A Volta ao Mundo Pelas Casas dos Livros

Biblioteca do Convento de Mafra

E a primeira Biblioteca a ser visitada situa-se em Mafra, Portugal.

Esta biblioteca situa-se no Palácio-Convento Nacional de Mafra, no concelho de Mafra, distrito de Lisboa, em Portugal.

Há quem defenda que a obra se construiu por vias de uma promessa feita relativa a uma doença de que o rei padecia. (no livro “Memorial do Convento, de José Saramago, o autor faz referencia à dificuldade que os reis estavam a ter em gerar descendência e à promessa que D. João V fez de levantar um convento caso D. Maria Ana conseguisse de facto gerar um filho).

O nascimento da princesa D. Maria Bárbara determinou o cumprimento da promessa.
A biblioteca é considerada o maior “tesouro” de Mafra.
Tem uma colecção de mais de 36.000 livros com encadernações em couro gravadas a ouro. Inclui-se neste conjunto vasto de livros uma segunda edição d’ Os Lusíadas do grande escritor português Luís de Camões.

Lá, podemos encontrar livros sobre os mais diversos temas, como: medicina, farmácia, história, geografia, viagens, filosofia, teologia, direito canónico e direito civil, matemática, história natural e literatura.

Quando falamos na Arquitectura:
Foi projectada pelo arquitecto setecentista Manuel Caetano de Sousa.
As suas dimensões são 88 metros de comprimento, 9,5 de largura e 13 de altura.

O pavimento da biblioteca, é considerado um dos mais magníficos, é revestido de mármore rosa, cinzento e branco. As suas estantes de madeira, em estilo rococó, ladeiam a sala, a todo o comprimento, em duas filas laterais, separadas por um varandim.

BiblioMafra-4-(1)

Uma Curiosidade sobre a Biblioteca

Na verdade a característica que torna esta biblioteca única e uma das mais bonitas é, nada menos do que, a maneira como, ali, os livros são preservados: com morcegos!!!!


Como é que os morcegos impedem a deterioração dos livros? Mantidos em caixas, por baixo das estantes, estes mamíferos voadores saem das caixas durante a noite, em busca de alimento.

Como em cada noite cada morcego come cerca de 500 insectos, o equivalente à metade do seu peso, é fácil perceber que, ao longo do tempo, vão dando conta das traças e de todos os outros bichos devoradores de páginas – mantendo assim os livros impecáveis. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *