Dupla Cidadania

Meu fado, meu!

Recentemente fiz uma publicação no Blog sobre música portuguesa, mais propriamente, sobre fado. Aqui fica o texto:

“Hoje venho falar-vos de mais música!!

E mais Portugal!!

Quase como Portugal na música e a música em Portugal! 😉

Bem, deixando-me de trocadilhos, tenho a dizer que hoje venho falar-vos de Fado!

fado

Tradicionalmente português, este género musical foi considerado em 2011, pela UNESCO, Património Oral e Imaterial da Humanidade.

Nascido em Lisboa o fado tornou-se rapidamente numa canção nacional que é hoje conhecido mundialmente.

Habitualmente o cantor é acompanhado pela guitarra acústica e pela guitarra portuguesa.

fado105672

O fado canta o sofrimento… Canta a saudade de tempos passados, de um amor perdido, tragédia, desgraça, sina e o destino, a dor, amor e ciúme, a noite, as sombras, os amores, a cidade, as misérias da vida, critica a sociedade… Em contraste com o conteúdo melancólico, o compasso do fado transmite um humor animador e possivelmente este contraste contribui à fascinação do fado.

Nos dias de hoje, o fado mais tradicional é cantado principalmente nas “casas de fado” que podemos encontrar nos bairros típicos deAlfama, Mouraria, Bairro Alto e Madragoa.

20130219171423_W5L5R4CMEWJ272Z71MK4

Amália teve um importante papel na divulgação mundial deste género musical e continua ser considerada por muitos como a voz de Portugal e uma das mais brilhantes cantoras do século XX. Encontra-se sepultada no Panteão Nacional, um monumento que se destina a homenagear e a perpetuar a memória de cidadãos portugueses que se distinguiram pelos serviços prestados ao país.

ng3984047

Amália

Deixo-vos alguns dos meus temas favoritos, espero que gostem! Bijus

Amália a cantar ao vivo o tema Gaivota.


Mariza a cantar o tema Chuva.


Ana Moura a cantar o tema Desfado.


Mariza a cantar o tema Gente da Minha Terra.

Fontes:

Página da UNESCO para o Fado aqui.

Imagens retiradas de um motor de busca.

Videos retirados do Youtube.”

Foi este o texto que eu publiquei sobre este género musical português! Espero que tenham gostado!


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *