Livros

Livros nunca são de mais

Como já disse algumas vezes, sou uma leitora compulsiva e estou sempre à procura de novos livros para ler, mas a verdade é que nem sempre fui assim. Durante a maior parte da minha infância nunca reservei uma grande parte do meu tempo à leitura. Recebia por vezes alguns livros como presentes de aniversário ou de natal, mas eram sempre aqueles presentes que eu pensava “Oh ok, mais um livro…” e pousava de lado.

Algures durante a minha adolescência isso mudou. Estava eu já no primeiro ano secundário quando percebi que fazia parte do programa da disciplina de português ler um livro e fazer um trabalho sobre ele. Eu pensei “Oh, bolas! E agora?” Como devem calcular, um adolescente, normalmente, tem tempo para tudo, menos para ler… São prioridades, não é? Mas enfim… Que remédio tinha eu? Sempre fui uma aluna dedicada e não iria deixar de fazer um trabalho só porque não gostava muito de ler.

O livro escolhido foi Equador, do Miguel Sousa Tavares. Foi-me oferecido pela minha madrinha antes mesmo de ele ter virado série de televisão. Há anos que não lia um livro para além daqueles que eram preciso estudar para os exames nacionais e de um momento para o outro vi-me com um livro gigante nas mãos e um prazo para apresentar um trabalho. Eram muitas palavras, muitas frases, muitas páginas… Muito tudo, mas lá fui eu perder umas horinhas da minha adolescência com um punhado de palavras.

616E89F2-7CA3-49B9-8231-886E266E533D
Livro Equador – Miguel Sousa Tavares

Pela forma como eu estou a contar a história até parece que eu era uma adolescente muito ocupada, o que não é bem verdade… xD Apenas não gostava de ler… Pensava eu…

Li o meu livro, adorei a história e apresentei o meu trabalho, mas para a mim a minha relação com os livros estava mais uma vez acabada… Até à próxima vez em que eu seria “obrigada” a ler um livro.

Então, o que mudou? É o que estão a perguntar, não é?

Tal como eu apresentei o meu livro, também os meus colegas o fizeram… E, um atrás do outro, fui anotando os nomes daqueles cujas histórias me intrigavam.

O primeiro que eu decidi ler foi o Crepúsculo. Adorei tanto a história que o devorei em meia dúzia de dias e fiquei a chorar por mais. Então li o segundo livro da saga… E depois o terceiro… E depois o quarto… Até que cheguei ao fim e queria continuar a ler e não tinha mais. Esse foi o inicio da minha carreira enquanto devoradora de livros…

EC4EA8FD-19E7-4389-A91D-9BFC0EB04F7C
Alguns livros que fazem parte da minha biblioteca pessoal

No final, a história não se revelou nada entusiasmante, mas foi o que eu comecei…

Neste momento, adoro ler, adoro livros, gosto de os sentir nas minhas mãos, de os desfolhar… Não me importo se têm muitas páginas, poucas páginas, se são romances, policiais ou qualquer outro género… Simplesmente gosto!

E vocês? Têm alguma história engraçada para contar? Gostam de ler? Começaram a ter este gosto em criança ou mais tardiamente, como eu?

Comentem! Vou ficar à espera das vossas histórias!

Beijinhos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *