Café do Amor
Em Português,  Livros

| O Café do Amor | Deborah Smith – Opinião Literária

O Café do Amor dá-nos a conhecer a história de duas pessoas que, depois de verem as suas vidas quebradas por infortúnios da vida, descobrem que as suas peças podem complementa a vida um do outro.

O Café do Amor

Título Original: The Crossroads Café

Série: The Crossroads Café Universe

Volume: I

Autora: Deborah Smith

Data de publicação:  novembro.2018

Páginas: 432

Editora: Porto Editora

ISBN: 978-972-0-04595-9

Sinopse

Uma mulher bela marcada para a vida
Um homem amargurado em busca de redenção
Unidos pelo destino num lugar mágico

Cathryn Deen vivia num mundo de sonho: atriz famosa, idolatrada, era considerada a mulher mais bela do planeta. A fama era tudo na sua vida. Mas após sofrer um trágico acidente de automóvel, que a deixa marcada para sempre, decide ocultar-se de tudo e todos.

Escondida na casa da sua avó materna nas montanhas da Carolina do Norte, Cathryn tenta ultrapassar os seus traumas com a ajuda da sua grande prima Delta, uma mulher roliça e bem-disposta, dona do café local. Considerada por todos a alma daquele vale, Delta alimenta com os seus cozinhados e biscoitos deliciosos o corpo e o espírito dos mais carentes.

Um dos seus protegidos é Thomas Mitternich, um famoso arquiteto, fugido de Nova Iorque, após os atentados às Torres Gémeas lhe terem roubado o que de mais valioso tinha na vida: a mulher e o filho. Atormentado pela culpa, Thomas acredita que nada nem ninguém lhe poderá devolver a razão de viver e, entregue ao álcool e ao desespero, espera um dia ganhar coragem para se juntar àqueles que mais amava.

O destino irá cruzar os caminhos de Cathryn e Thomas numa história magnífica de superação, ensinando-os a transformar as adversidades em oportunidades e a valorizar a beleza que existe em tudo o que os rodeia.

Texto retirado do site da internet da Porto Editora, disponível a partir deste link.

Opinião

Separados, Cathy e Thomas são apenas duas pessoas quebradas, com muitos fantasmas e tendências depressivas. Juntos, descobrem um novo significado para a sua existência.

Este é um livro que alerta para o risco da problemas mentais causados por grandes traumas, a necessidade de fazer terapia para ultrapassá-los e a importância de ter as pessoas que gostam de nós por perto, como um apoio nos momentos mais difíceis.

Café do Amor tem uma descrição muito boa das cenas. Confesso que, na descrição do acidente da Cathy, cheguei a sentir nojo do que estava a ler… Calma lá!!! Como assim, nojo?! É, eu sei que é uma descrição muito forte mas é a verdade.

(SPOILER ALERT!) A Cathy estava a fugir de um paparazzi e teve um acidente de carro, demorou mais tempo a sair do carro e enquanto isso, o fogo ia se iniciando. Durante todo esse processo, o mesmo paparazzi parou a fotografá-la. Podia ter optado por ajudar, mas não o fez. Quando o fogo a atingiu, ele continuou a fotografar o seu desespero. Esse foi uma cena que me causou repudio. Senti pena da personagem e mexeu comigo.

Apesar dos problemas e traumas, Cathy é uma mulher forte, ela apenas precisava de encontrar o seu porto seguro.

Entre uma e outra crise emocional, entre uma e outra bebedeira, Thomas encontrava sempre tempo para ajudar os outros. Isso foi uma das coisas que e fez gostar dele, quase imediatamente. Também é dotado de uma sensibilidade que o torna ainda mais atraente.

Adorei o bode de guarda, também conhecido por destruidor de telemóveis… As cenas com ele são das mais divertidas da história.

Este foi o primeiro livro que li desta autora e gostei muito da sua escrita envolvente.

*******

Podem ler mais das minha opiniões literárias através deste link!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *