Em Português,  Livros

| Implacável | Lisa Kleypas – Opinião Literária

Devon nunca quis o título, mas agora tem-no e não há como fugir disso. O que ele dispensava ainda mais do que o título, era ter quatro jovens mulheres aos seus cuidados. Por isso, a primeira coisa que ele ia fazer, mal tivesse oportunidade, era despachar a propriedade e, com ela, todas as respectivas dividas. Pelo menos essa era a intenção inicial…

Implacável

Titulo original: Cold-Hearted Rake

Série: The Ravenels

Volume: I

Autora: Lisa Kleypas

Data de publicação: janeiro de 2019

Páginas: 384

Editora: ASA

ISBN: 978-989-23-4384-6

Onde comprar: WOOK | LeyaOnline

Sinopse
Um golpe do destino…
O libertino mais encantador de Londres, Devon Ravenel, acabou de herdar o título de conde. O problema é que herdou também uma propriedade (repleta de dívidas) e quatro inquilinas (profundamente indesejadas): as três irmãs do falecido conde e a sua temperamental viúva, Kathleen.
Uma batalha de vontades…
Assim que Kathleen põe os olhos em Devon, não gosta do que vê (ou melhor… até gosta) e, apesar dos seus confrontos constantes, a tensão eletrizante que paira entre ambos é quase impossível de ignorar. Quanto a Devon, as suas intenções relativamente à herança dissipam-se assim que conhece Kathleen. O seu objetivo passa a ser outro: possuir a temperamental viúva. Será ela capaz de resistir ao homem mais perigoso que alguma vez conheceu?
Lisa Kleypas, autora estreante na ASA mas já bem conhecida dos leitores, tem o dom de nos fazer viajar no tempo. Implacável apresenta-nos a uma família temperamental e um herói muito especial…
Texto retirado do site da editora Leya Online, disponível a partir deste link.
Opinião

Adorei o casal da história! Se esta é a melhor forma de começar uma opinião? Talvez não, mas é a mais pura das verdades!

**

Devon é um homem que sabe o quer e ele não quer ser responsável por quatro mulheres. O objetivo era livrar-se delas, por mais frio que isso pudesse soar, mas a verdade é que depois de as conhecer, isso se tornou mais difícil do que ele esperava. Outro problema na sua vida era: ele não sabia como gerir uma propriedade, mas, pelos vistos, estava na altura de descobrir.

Kathleen teve um casamento curto, mas não podia permitir que um desconhecido aparecesse e colocasse em causa o seu novo lar e o futuro das suas cunhadas. Gostei desse lado protetor dela e da sua relação de “irmã mais velha” com o irmão de Devon. Existiu, no entanto, uma situação em que esta personagem me deixou um pouco chateada.

Ambos são personagens fortes, determinados e defendem com intensidade os seus ideais. As gémeas são super divertidas vivas e completamente indomáveis! Adoro! E depois tem Helen e Rhys… A autora deu-nos, em O Implacável, um cheirinho do do romance destes dois e posso dizer que já estou a suspirar pelo livro deles! Foi justamente na relação deles que Kathleen interferiu e eu não gostei… Não por ter achado que ela fez algo de mal, mas porque fez aquilo que acusou todos os outros de já terem feito: tomou uma decisão por Helen sem lhe ter dado a opção de escolher.

O livro tem uma escrita leve e divertida que nos momentos certos se intensifica, criando um ambiente, por vezes sedutor, outras vezes mais dramático, mas sempre cativante. Manteve-me presa, da primeira à última folha e, como já disse antes, mal posso esperar pelo segundo livro!

*******

Podem ler mais das minhas opiniões a partir deste link!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *