Em Português,  Livros

| O Casamento Inventado | Julia Quinn – Opinião

Aquilo que começou por ser uma busca pelo seu irmão perdido, acabou por se transformar n’O Casamento Inventado, o seu casamento inventado!!

O Casamento Inventado

Titulo original: The Girl With The Make-Believe Husband

Série: Os Rokesby

Volume: II

Autora: Julia Quinn

Data de publicação: fevereiro de 2019

Páginas: 336

Editora: ASA

ISBN: 978-989-23-4401-0

Onde comprar: WOOK | LeyaOnline

Sinopse
Enquanto dormias…
Órfã e com o irmão ferido nos campos de batalha da América, Cecilia Harcourt vê-se perante duas opções aterradoras: ir viver com uma tia solteirona ou casar com um primo maquiavélico. A jovem escolhe a opção… três: atravessar o Atlântico e ajudar o irmão a recuperar. Mas após uma semana de buscas, Cecilia não encontra o irmão e sim o melhor amigo dele, Edward Rokesby. O galante soldado está inconsciente e a precisar desesperadamente de cuidados. Para lhe salvar a vida, Cecilia recorre a uma pequena mentira…
Eu disse a todos que era tua mulher.
Ao recuperar a consciência, Edward constata que não recorda nada dos últimos três meses. Mas… decerto que se recordaria de ter casado… ou não? Mas se todos dizem que assim é…
Se ao menos fosse verdade…
A mentira que Cecilia contou pode pôr em risco todo o seu futuro, mas ela fê-lo por amor… pois quanto mais tempo passa com o jovem, mais intensos (e verdadeiros!) são os sentimentos que nutre por ele. E quando a verdade vier ao de cima, quem sabe o que irá acontecer? O próprio Edward poderá ter também algumas surpresas por revelar…
Texto disponível no site da editora Leya, neste link.
Opinião

Mais uma vez, e como já seria de esperar, adorei este livro! Julia Quinn consegue sempre deixar-me de sorriso nos lábios! O Casamento Inventado é uma história doce que conta com algum drama e uma busca incessante por um irmão desaparecido.

Cecilia conta uma mentira, mas o seu objetivo era bom. Afinal, ela só queria ajudar Edward. Mas, os seus sentimentos por ele, o seu falso marido, começaram a crescer antes mesmo de ele acordar, quando ela era a única que se mantinha a seu lado e cuidava dele. Mesmo quando os médicos lhe disseram que ele poderia nem acordar, ela manteve-se junto a ele, firme e zelosa.

Edward não se lembrava de nada, por isso não questionou o facto de ter casado. A história de Cecilia era plausível e, além disso, ele já era apaixonado por ela desde o tempo em que ela dedicava umas linhas das cartas que enviava ao irmão para lhe escrever a ele.

Adorei que ela nunca tenha desistido de perguntar pelo irmão, mesmo quando ninguém se parecia esforçar por procurar as respostas que ela tanto desejava.  Adorei ainda mais que, assim que se tornou apto, Edward tenha tomado para si a responsabilidade de saber o que tinha acontecido ao irmão de Cecilia, seu amigo.

Fazendo uma pequena comparação com o primeiro livro da série, gostei mais do inicio do livro A Indomável Miss Bridgerton, as achei este livro bem mais doce do que o primeiro. Se tivesse de escolher uma palavra para definir cada um deles, o primeiro seria divertido e o segundo seria adorável. Recomendo-o a todos os que gostam de romances de época! Mais uma vez, a autora não desapontou e presenteou-nos com um romance leve e envolvente!

*******

Podem ler a minha opinião sobre o primeiro livro desta série neste link!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *