Em Português,  Livros

| Raparigas Como Nós | – Helena Magalhães – Opinião

Raparigas Como Nós é o mais recente livro da autora portuguesa Helena Magalhães! Desde o primeiro momento que ele prometia ser um grande sucesso e eu estava ansiosa por o ler!

Raparigas Como Nós

 

Autor: Helena Magalhães

Data de Publicação: junho de 2019

Páginas: 424

Editora: Editorial Planeta

ISBN: 9789897772177

Onde comprar: | WOOK | Bertrand |

 

Sinopse

Uma história de amor irresistível, que é também o retrato de uma geração que cresceu sem redes sociais. Pode uma paixão da adolescência marcar o resto da vida?

Festivais de Verão, tardes na praia, experiências-limite com drogas, traições e festas misturam-se com amores improváveis e velhas amizades. Um romance intemporal nos cenários de Lisboa, Cascais e Madrid, que mostra tudo o que pode esconder-se atrás da vida aparentemente normal de uma rapariga… como tu.

«Beijamo-nos ao som daquela música que ouvia em casa sozinha deitada na minha cama. Durante o resto da vida, não importaria o que estivesse a fazer ou onde, quando ouvisse os primeiros acordes […], recordar-me-ia do olhar do Afonso fixado em mim, da sua mão no meu rosto, do meu coração a tremer e de me sentir a rapariga mais feliz do mundo. Porque Lisboa está cheia de bares a abarrotar de miúdas bonitas que, num piscar de olhos, se colocariam de gatas a ronronar nas suas pernas. Mas ele viu-me a mim.»

«Se algum dia se sentirem sozinhas, estranhas, deslocadas do mundo que vos rodeia, lembrem-se da Isabel, da Alice, da Luísa, da Marina e até da Marisa das argolas… Raparigas como nós.»

Texto retirado do site da livraria online WOOK, disponível neste link!

Ser autor em Portugal

Desde que soube que a Helena iria lançar um novo livro, que ele entrou diretamente para a minha wishlist! Ainda nem conhecia o seu nome, mas já tinha o seu lugar cativo na minha pequena (gigante) lista. No entanto, eu sabia que ele não permaneceria lá durante muito tempo, uma vez que a minha intenção era adquiri-lo assim que fosse possível…. Foi precisamente o que fiz! Porquê? Porque ela é uma autora nacional e merece todo o nosso apoio!

Ser autor em portugal não é pêra doce…

É um mercado onde é difícil entrar e, acima de tudo, onde é difícil sobreviver…  Muito sinceramente, acredito que ainda prevalece a ideia de que o que vem de fora é que é bom, ou apenas os grandes clássicos é que tem qualidade.

Li, há pouco tempo um artigo numa revista, onde a entrevistada, uma representante de uma editora, dizia que, com a excepção de um punhado de autores, não existia em Portugal mais ninguém em quem ela apostaria para editar um livro na sua editora por falta de talento… Andei à procura da entrevista, mas não fixei o nome da revista, ou tão pouco o da senhora que deu a entrevista… Mas não podia estar mais em desacordo com ela. Devo dizer-vos que foi uma publicação que me deixou mesmo indignada…

Enquanto leitora (a.k.a. ávida consumidora daquilo que a editora da entrevistada e de todas as outras colocam no mercado todos os anos), acredito que existe em Portugal enormes talentos na literatura! Infelizmente, não existe quem aposte neles… O que se escreve lá fora não é melhor do que o que se escreve cá dentro! Temos de aprender a dar valor ao que é nosso!

Posto isto, vamos à minha opinião sobre o livro da Helena! 🙂

Opinião

Raparigas Como Nós era um livro super aguardado para mim! Tenho acompanhado o trabalho da Helena no instagram nos últimos tempos… Quer a partir do seu perfil, quer a partir do seu HMBookGang… E ansiosa não é um adjetivo bom o suficiente para me caracterizar, desde que soube que o Raparigas Como Nós iria ser publicado.

***

Eu já esperava que este fosse um livro com o qual fosse sentir uma ligação… Para quem não sabe, Young Aduld é um género que tem um lugar muito especial no meu coração de leitora. Também esperava que ele fosse bom, até porque já tinha lido algumas opiniões de outras leitoras… Mas a verdade é que, mesmo com as minhas expectativas no máximo, a Helena conseguiu surpreender-me pela positiva.

Raparigas Como Nós é uma agradável lufada de ar fresco que nos traz à memória uma era onde o romance surgia sem depender de aplicações… Ele é doce, sem enjoar, é intenso, sem o “too much”, é dramático, sem deprimir… É uma espécie de tudo-em-um que me deixou com as emoções em frangalhos.

***

Mesmo sabendo que se trata de uma história de ficção, a Helena descreveu tudo de uma forma tão real que foi capaz de me fazer sentir como se estivesse a “viver” o seu livro à medida que lia cada página. Sem querer dar nenhum spoiler, existe um momento, no meio do livro, onde a Helena colocou páginas em branco… Nossa! Nunca tinha sentido tantas coisas com meras páginas vazias… Os sentimentos foram transmitidos de uma forma tão intensa que, por vezes, eu não estava a ler a história, eu estava a “sentir” a história…
Adorei conhecer os personagens da Helena! O Afonso, a Isabel e os seus grupos de amigos bem loucos tiveram um grande impacto em mim e prenderam-me da primeira à ultima página!

*******

Podem encontrar mais das minhas opiniões literárias clicando neste link!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *