Em Português,  Livros

| Dupla Mais Que Perfeita | Louise Pentland – Opinião

Robin e Lyla são uma Dupla Mais Que Perfeita e, juntas, aprendem a valorizar-se como pessoas e a ser felizes na sua pequena, mas adorável família.

Dupla Mais Que Perfeita

 

Título Original: Wilde Like Me

Autor: Louise Pentland

Data de Publicação: maio de 2019

Páginas: 308

Editora: Porto Editora

ISBN: 978-972-0-03187-7

Onde comprar: | WOOK | Porto Editora

Sinopse

Haverá por aí alguém que se sinta como eu?

Robin Wilde é uma mãe atenciosa, sempre empenhada em fazer com que Lyla não se sinta afetada pelo facto de serem «só as duas». É também muito competente na sua glamorosa profissão de maquilhadora. A sua melhor amiga Lacey e a louca tia Kath adoram-na da Terra até à Lua.

Tudo parece correr maravilhosamente.

Mas, por trás da máscara que Robin usa todos os dias, por vezes, as coisas ficam muito cinzentas. E muito solitárias.

Encaixar no grupo de mães da escola de Lyla não é tarefa fácil. Os encontros online são absolutamente desesperantes. E como pode ela ser a melhor mãe do mundo se há dias em que nem sequer consegue encontrar um par de meias lavadas?

Robin sente que é tempo de dar uma reviravolta na sua vida e de fazer com que novas coisas aconteçam. E nesta aventura vai apresender que um pouco de coragem e alguma criatividade podem fazer milagres.

Texto retirado do site da Porto Editora, disponível neste link.

Opinião

Robin é uma mãe divorciada que, como tantas mulheres na sua posição, tem medo de não estar a contribuir da melhor forma para a educação da sua filha. Não é fácil ser mãe e é ainda mais difícil quando não existe outra pessoa com quem partilhar essa tarefa.

Ela sabe que nem sempre é fácil para as crianças fazerem parte de uma família monoparental e tem medo que a sua filha se sinta inferior. É por isso que, não importa o que esteja como pano de fundo, nas coisas relacionadas com a filha ela mostra sempre o seu melhor sorriso. Mesmo que, muitas das vezes, sorrir seja a última coisa que lhe apeteça fazer…

A verdade é que existe uma Robin “mulher” para além da Robin “mãe”. Essa Robin normalmente mergulha na sua própria bolha de solidão quando mais ninguém está por perto para ver. Ela sente-se incompleta sem um companheiro ou namorado. Pelo menos até aprender a valorizar-se…

Gostei muito de ver a evolução desta personagem enquanto mulher e ser individual. No inicio ela era super insegura e terminou como uma mulher realizada e feliz. Se imaginam que ela precisou de um homem na sua vida para que isso acontecesse, estão muito enganados!

Este é um livro que aborda temas muito atuais, quer da vida adulta, quer das crianças. Ele mostra-nos que, antes de procurar o melhor de nós nos outros, temos de o procurar em nós próprios. Foi o que aconteceu com a Robin. Aprendeu a valorizar-se enquanto mulher, enquanto mãe e enquanto profissional. Isso tirou-a da sua bolha de solidão e devolveu-lhe a felicidade que ela julgava que iria encontrar em outra pessoa.

*******

Podem ler mais das minha opiniões seguindo este link.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *