Em Português,  Livros

| Anarquia | Megan DeVos – Opinião

Anarquia é um livro que nos transporta para um mundo futuro e absolutamente caótico… Não existe grande respeito pela vida humana – pelo menos a que não pertence ao seu acampamento. O mundo de Hayden e Grace é perigoso, mas é o único que conhecem. Poderão confiar um no outro sem colocar a vida de terceiros em risco?

Anarquia

Título Original: Anarchy

Autora: Megan DeVos

Série: Série Anarquia

Data de Publicação: junho de 2019

Volume: I

Páginas: 368

Editora: ASA | 1001 mundos

ISBN: 978-989-2345-64-2

Onde comprar: WOOK | LeyaOnline

Sinopse
O mundo mudou.
Não há regras. Não há governos.
E pode não haver salvação…
Após uma guerra devastadora, resta uma grande metrópole. É uma ruína entre ruínas mas é aí, entre os escombros, que a população sobrevivente se concentra. Vivem constantemente alerta, pois na ausência de regras, resta matar ou morrer…
Num ataque a uma fação rival, Hayden, o jovem líder do acampamento Blackwing, poupa a vida a Grace. Grace é linda, carismática, corajosa – mas também uma inimiga mortal.
Filha do líder do acampamento rival, Greystone, e inquestionavelmente leal ao pai, Grace sabe que não pode confiar em ninguém – muito menos no representante do povo que foi treinada para matar…
Reina o perigo. Reina o caos. Reina a… ANARQUIA.
Texto retirado do site da editora Leya Online, disponível neste link.
Opinião

Este é um livro que se passa no futuro, num cenário um tanto apocalíptico. Os personagens vivem num futuro cruel onde quem não mata, morre.  Estão constantemente a surgir ataques de outros acampamentos rivais. Apesar de ser muito jovem, Hayden é o líder da sua “tribo” e tem o respeito de todos.  Quando vê a morte de frente, é Grace quem o deixa escapar e, por esse motivo, vê-se obrigado a salvá-la quando ela se encontra em apuros.

A chegada de Grace ao acampamento não agrada à maior parte das pessoas, mas rapidamente percebem que ela é uma mais-valia no grupo. Ela acaba por ficar na cabana de Hayden e a química entre os dois é instantânea e intensa. Gostei da relação criada entre os dois, com os seus prós e também com os contras.

De uma forma geral, gostei muito deste livro. Li-o em pouco mais de duas tardes e fiquei presa à história. No entanto, tem alguns aspectos que, no meu entender, ficaram por explicar. – O que aconteceu para o mundo ter entrado neste cenário de destruição? -Porque estão divididos em pequenos acampamentos? -Quem são os brutos? -Eles são um grupo organizado? Ou apenas uns homens aleatórios mais violentos? Estas são algumas das dúvidas me surgiram ao longo da leitura e para as quais não encontrei resposta.

Tenho muita curiosidade para saber o que vem a seguir, no próximo livro da série. E, quem sabe, não vejo algumas das minhas questões respondidas na sequela, Lealdade.

*******

Podem ler mais das minha opiniões aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *