Em Português,  Livros,  Romance

| Já Te Disse Que Te Amo? | Estelle Maskame – Opinião

Já Te Disse Que Amo? é um livro que nos apresenta a história turbulenta de Eden e Tyler e da sua luta para fugirem do que sentem um pelo outro.

Já Te Disse Que Amo?

Título Original: Did I Mention That I Love You?

Autora: Estelle Maskame

Data de Publicação: dezembro de 2019 (5ª edição)

Série: DIMILY

Volume: 1

Páginas: 344

Editora: Editorial Presença

ISBN: 9789722361637

Onde comprar: WOOK | Editorial Presença

Sinopse

Eden, de dezasseis anos, vai passar o verão na Califórnia com a nova família do seu pai, numa tentativa de esquecer o drama que deixou em casa. Mas quando conhece Ella, a madrasta, e os seus três filhos, Eden mal sabe o que a espera.

O filho mais velho de Ella, Tyler Bruce, é um autêntico bad boy: sedutor, egocêntrico, violento… Eden não o suporta. Mas com o passar do tempo, Eden descobre nele uma grande fragilidade, consequência de um passado difícil. Ao tentar perceber a verdade sobre Tyler, Eden dará por si a apaixonar-se pela única pessoa por quem isso não devia acontecer…

Já Te Disse Que Te Amo? é um romance que os fãs de Anna Todd e da série After vão adorar.

Texto extraído do site da editora Presença, disponível neste link.

Opinião

Já Te Disse Que Amo? é um livro young adult forte e intenso. Não se limita a ser mais um livro com um romance proibido, ele também mostra problemas reais de famílias reais.

Tyler é um bad boy, é verdade, mas também é certo que parte da sua alma está quebrada por anos de abusos e maus tratos. Claro que ele faz muita asneira e burrada típica dos bad boys, mas no fundo continua um miúdo quebrado e isso acaba por tocar o meu coração.

Eden também não tem o melhor ambiente familiar. Ela tem um pai que por alguns anos fez de conta que ela não existia e agora se lembrou que estava na altura de a chamar para passar umas férias com ele e a sua nova família.

***

A relação entre ambos não começa da melhor maneira, com o Tyler a ser o exemplo perfeito de um idiota, mas isso muda quando a atração começa a ser mais intensa… Cliché, eu sei, mas ainda assim interessante.

Toda a história de eles serem irmãos e de por esse motivo o amor deles ser um amor impossível é, na minha opinião uma drama mais intenso do que o necessário. Não é como se eles partilhassem genes, né? Eles são considerados irmãos porque o pai dela e a mãe dele casaram, mas não é como se eles se conhecessem desde pequenos e tivessem sido criados como irmãos. Eles conhecem-se no momento em que a história do livro começa, por isso não me faz confusão que se sintam atraídos um pelo outro. Chega a ser até esperado, não? Quer dizer, são ambos adolescentes que nunca se viram e que, de um momento para o outro começam a passar muito tempo juntos… Claro que não seria uma regra eles ficarem atraídos um pelo o outro, mas os pais tinham de contar que algo assim acontecesse. No entanto, apesar da minha opinião, isso parece ser um obstáculo grande para eles, porque tentam lutar contra o que sentem e tudo é mantido no maior sigilo. Existe até uma certa repugnância e nojo manifestados por outros personagens que tomam conhecimento do envolvimento dos dois.

***

O livro é intenso e manteve-me presa até ao fim! Algumas das escolhas dos personagens fizeram-me querer entrar na história e dar um abanão a cada um deles, mas tirando isso, é uma leitura que corre muito bem e flui sem qualquer esforço! Ele acaba de uma forma que nos faz querer saber mais sobre a história de ambos e sobre o que vai acontecer no próximo livro! Estou muito curiosa por ler sobre o que irá acontecer quando ambos já não estiverem debaixo do teto dos pais.

********

Podem ler mais opiniões minhas a outros livros clicando neste link.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *