Em Português,  Livros,  Romance

| Uma Razão Para Respirar | Rebecca Donovan – Opinião

Uma Razão Para Respirar é uma história intensa que aborda um assunto muito importante como a violência familiar, quer física, quer psicológica, e funciona como um verdadeiro alerta para o que continua sem estar bem no que diz respeito ambientes corrosivos e completamente quebrados.

Uma Razão Para Respirar

Título Original: Reason to Breath

Autora: Rebecca Donovan

Data de Publicação: outubro de 2019

Série: Breathing

Volume: 1

Páginas: 400

Editora: Editorial Presença

ISBN: 9789722364546

Onde comprar: WOOK | Editorial Presença

Sinopse

Isto era o sítio onde tudo devia ser seguro e fácil. Ninguém tentava aproximar-se de mim e eu mantinha-me reservada. Como conseguira o Evan Mathews virar o meu universo de pernas para o ar num único dia?

Na abastada cidade de Weslyn, Connecticut, onde a maioria das pessoas se preocupa em mostrar-se e ser vista, Emma Thomas prefere passar despercebida. Está mais interessada em simular a perfeição – puxando as mangas para baixo para ocultar as nódoas negras, para que ninguém saiba como a sua vida está longe de ser perfeita.

Inesperadamente, encontra o amor. Isso desafia-a a reconhecer o seu verdadeiro valor, correndo o risco de revelar o terrível segredo que tenta desesperadamente esconder.

Uma história sobre o amor transformador, mas também sobre a crueldade indizível e a frágil esperança na vida de uma rapariga.

Texto extraído do site da editora, disponível neste link.

Opinião

Uma Razão Para Respirar é um livro que mexeu muito comigo. Algumas das minhas emoções ficaram ao rubro e nem sempre foram as melhores… As descrições dos maus tratos que eram aplicados à Emma deixaram-me incomodada e enojada, mas é pior quando pensamos que, de facto, isto acontece na vida real.

Emma é uma miúda que deveria ter encontrado na casa do tio um lar que a fizesse sentir-se feliz e protegida. Em vez disso, encontrou um sitio onde é tratada como uma empregada e onde é espancada regularmente. A esposa do tio não gosta dela, mas não é apenas isso… Ela é uma pessoa má! Verdadeiramente má! E, embora ela não bata à sobrinha à frente do marido, é impossível ele não saber do que se passa. A Emma surge com ferimentos constantes e graves. Na minha opinião, a conivência dele é quase tão grande quanto os maus tratos que a mulher dele aplica à sobrinha. São um casal odioso e senti muita raiva e repulsa pelos dois à medida que fui lendo a história.

***

Por ter medo que alguém descubra os seus segredos e porque tem regras muito apertadas para cumprir, Emma acaba por ter apenas uma única amiga. Quando Evan surge na sua vida, praticamente impõe a sua presença, insistindo em estar perto dela. A presença constante de Evan foi o ponto de viragem na história da personagem. Existe uma vida antes o Evan e uma vida depois dele… Não por ele ter sido um personagem assim tão importante, mas porque a sua presença fez a nossa personagem principal querer desafiar as regras que lhe eram impostas.

Gostei de acompanhar a Emma na sua jornada de auto-descobrimento, não por ela descobrir como contornar as regras impostas pelos tios, mas por ela descobrir que também existe enquanto pessoa.

Achei a Sara uma verdadeira melhor amiga e a sua preocupação era notória, mesmo quando por vezes a Emma não o merecia… Mesmo com as suas atitudes geradas pelo medo, houve cenas em que eu achei que a Emma esteve menos bem em relação à Sara

***

A autora tem uma escrita simples e apesar de não ser uma leitura fácil, devido à elevada carga emocional presente na história, é um livro que me prendeu até ao fim. No entanto, ele acaba de uma forma que nos deixa com a sensação de que ficamos pendurados num precipício à espera do capitulo seguinte da história… #notcool xD Espero MESMO conseguir ler a continuação muito em breve!

*******

Podem ler mais das minhas opiniões se seguirem este link!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *